Casa de Drummond

“Quintal erguido em rampa suave, flores convertidas em hortaliça e chão ofertado ao corpo que adore conviver com formigas, desenterrar minhocas, ler revista e nuvem.

. Trecho extraído do poema “Casa” de Carlos Drummond de Andrade

A Casa de Drummond é um sobrado de dois pavimentos, construído no século 19 e foi a residência do poeta em sua infância. A arquitetura, os jardins e o quintal estão entre as principais inspirações para versos famosos de Drummond que morou na casa dos 2 aos 13 anos. Atualmente, é roteiro dos Caminhos Drummondianos e espaço para realização de exposições, oficinas e espetáculos musicais. A Casa de Drummond também abriga o Programa Drummonzinhos.

Em 2013, a Fundação Cultural Carlos participou do Chamamento Público para Modernização de Museus e teve o projeto voltado para a Casa de Drummond aprovado. A empresa Expomus foi contratada pela Fundação para fazer o plano museológico do futuro museu e a partir disso a FCCDA poderá iniciar os programas de modernização da Casa de Drummond com aparatos tecnológicos, elaboração de projetos multimídia, adequação do espaço às novas mídias e projeção de espaços expositivos.

Atrás do grupo escolar ficam as jabuticabeiras. Estudar, a gente estuda. Mas depois, ei pessoal: furtar jabuticaba. ²

². Trecho extraído do poema “Furta-fruto” de Carlos Drummond de Andrade

Ao se transformar em um museu, a Casa de Drummond passa a ser capaz de abrigar objetos como a primeira máquina de datilografia do poeta, coleções de cartas e fotografias, prêmios literários que ele recebeu ao longo da vida e obras de arte feitas em sua homenagem.

A mão de meu irmão desenha um jardim e ele surge da pedra. Há uma estrela no pátio. Uma estrela de rosa e de gerânio. Mas seu perfume não me encanta a mim. O que respiro é a glória de meu mano. ³

³. Trecho extraído do poema “Criador” de Carlos Drummond de Andrade

  • Casa de Drummond / Praça. do Centenário, 137 / Centro / Itabira – MG / CEP.: 35900-023 / Entrada: R$ 2,00